domingo, 21 de fevereiro de 2010

Que tragédia...



Bem, depois de algum tempo sem postar, pretendia vir e postar uma coisa bonita, mas..

Penso que já se tornou uma notícia mundialmente conhecida, pois é, estou a falar da tragédia que assolou a Ilha da Madeira (local onde vivo há quase 8 anos) neste sábado (20/02/2010). Estou chocada, aliás, fico sempre chocada com catástrofes assim, mas quando acontece mesmo ao nosso “lado” e vemos lugares onde costumamos – ou costumávamos – passar todos os dias debaixo d’água pensamos: “o que é isto? Estou a ter um pesadelo?” Não.. Infelizmente é tudo MUITO real, até o momento já são 32 mortos confirmados, 68 feridos e dezenas de desaparecidos.

Onde isto vai parar?! Não sei, ninguém sabe..

Graças a Deus, onde moro, não foi nada afectado (a não ser a falta de água durante o dia, mas é melhor isso do que..pronto, sabemos o que!). Tinha dois primos desaparecidos. Um, felizmente, apareceu.. O outro nem sinal (continuamos na esperança que apareça).

Pode ser estupidez minha, chamem o que quiser. Ainda estes dias estava a falar com alguém acerca da “diminuição das ribeiras” – ribeiras de, por exemplo, 10m de largura passaram a ter para aí 2/3m de largura – e eu disse que mais dia, menos dia a Natureza revoltar-se-ia e viria buscar ‘tudo o que era dela’.. Não percebo nada de arquitecturas nem de engenharias, mas percebo que as pessoas abusam do poder de Deus e da Natureza e depois acontecem as coisas que presenciamos. Lembro de alguém ter dito há algum tempo que a rotunda do Dolce Vita estava em risco por estar construída em cima de uma ribeira, mas ninguém ‘fez’ caso, afinal, nunca pensam que chegará ao pêlo alheio. Infelizmente chegou e com muita força!

Sabe-se lá o que podia ter acontecido comigo hoje. Estava marcado um churrasco na serra com o pessoal da turma já há alguns dias. Mas algo me dizia para não ir, acabei por decidir que sim porque já tinha confirmado com o pessoal e seria chato desmarcar na hora. Às 06h30 da manhã o meu telemóvel despertou e assim que abri os olhos deparei-me com um grande temporal. Decidi logo que não ia e pensei naquilo que havia sentido.. Avisei ao pessoal e ao meu namorado que não ia (ele estava a trabalhar, a fazer o turno da noite e saía as 7h para irmos os dois juntos), ele também concordou porque viu que as coisas não estavam aceitáveis. Voltei a dormir.. Quando foi mais tarde (não faço nem ideia da hora), ouvi o pessoal cá de casa a falar que a Protecção Civil tinha colocado a Ilha em alerta vermelho e ninguém podia sair de casa.. Entrei em ‘pânico íntimo’ (se é que isso existe..), tentei ligar ao pessoal que tinha ido ao churrasco e nada, tudo desligado! Para o meu namorado, o mesmo! Quando estava quase a ter, literalmente, um ataque, eis que ele liga para a minha mãe (não conseguia ligar para o meu telemóvel) e diz que estava tudo bem e que logo que pudesse daria notícias. Assim passei o dia todo, conseguimos falar durante o dia e fiquei bem mais descansada. Amanhã a jornada dele começa as 9h e o meu coração quase que não tem tempo de voltar para o lugar, mas pronto, com fé eu me aguento!!

Estou devastada com as imagens que vi e que ainda poderei vir a ver... Fico com o coração nas mãos de saber que o meu namorado está no meio dessa confusão toda (ele é bombeiro) e apesar de ajudar as pessoas, está a correr um risco enorme. Coloco-o nas mãos de Deus e acredito que O Seu poder é mais forte do que qualquer outro poder.

Agradeço as pessoas que tentaram me ligar ou mandar mensagem, a comunicação está difícil. A Protecção Civil pediu para usarmos os telefones e telemóveis somente em caso de emergência, há muito gente tentando ligar para pedir socorro e não conseguem porque as linhas estão congestionadas.

Vou deixar um link com algumas fotos para quem quiser ver.


http://paulojtcoelho.com/beta/?awesm=fbshare.me_AJ8eL&p=488


Um beijinho muito grande e as condolências à todas as famílias que perderam os seus entes queridos e muita força para aqueles que ainda continuam a busca-los! Deus é com todos!

4 comentários:

Corina de Oliveira disse...

Sabes... aconteceu-me algo parecido.
Quando deu as notícias devastadoras sobre o temporal na Ilha, pensei logo em ti mas algo me dizia que estavas bem. Aquele pressentimentozinho, sabes?
Depois quando te vi na net 5 minutos depois de ver a notícia, as dúvidas dissiparam-se e estavas mesmo bem.

Só espero que o teu primo apareça e que mais nada de grave aconteça.

E acho que tens alguma razão quando dizes que abusamos da Natureza. Sem dúvida...

Tali disse...

Cada vez acredito mais no 'nosso' 6º sentido! E olha, o facto de estar na net não é assim tão concreto, que queira dizer que e estava bem. Por acaso estava, mas aconteceu com uma amiga que tinha um amigo on e quando foi a ver, ele está desaparecido... Mas pronto, não acontece o mesmo com todos!
Obrigada :) ***

Corina de Oliveira disse...

E ainda bem :)

Corina de Oliveira disse...

O meu reino da noite gostaria de te oferecer um selinho para o teu blog fantástico! :)

Podes copiar o selo e ver as regras AQUI.

Beijinhos e tudo de bom *